5 de novembro - DIA DO TÉCNICO AGRÍCOLA

Welter reivindica mais investimentos em escolas agrícolas e valorização dos técnicos no Estado

Paraná precisa investir na recuperação das escolas agrícolas e deve aproveitar o Pronatec para ampliar cursos oferecidos na rede pública

O deputado Elton Welter, autor da lei nº 14.350 03/03/2004, que instituiu no Paraná o Dia do Técnico Agrícola, comemorado no dia 5 de novembro, defendeu a valorização dos profissionais e maior investimento nas escolas agrícolas do Estado.

“Em um estado como o Paraná, em que a participação direta da agricultura no PIB é de cerca de 18%, o governo precisa investir mais na formação dos técnicos agrícolas, com a abertura de novos cursos, ao mesmo tempo em que deve melhorar a infraestrutura da rede de escolas agrícolas já existentes, que no passado foram centros de excelência, mas que durante muitos anos não receberam investimentos necessários para acompanhar evolução tecnológica no setor agropecuário”, diz Welter.

O deputado acredita que o Paraná pode se credenciar junto o governo federal para receber novos centros de formação profissional técnica, dentro do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), anunciado no fim de outubro pela presidenta Dilma Rousseff.

“O Paraná pode apresentar um projeto consistente para oferecer novos cursos técnicos na área de agricultura e pecuária e voltados para a indústria de alimentos e de bioenergia, que estão em franca expansão e precisam de profissionais qualificados. O Estado deve aproveitar o programa lançado pelo governo federal e investir fortemente na qualificação dos jovens e dos trabalhadores na rede pública estadual”, ressaltou Welter, que é técnico agrícola de formação.

Em todo o país, o Pronatec oferecerá 8 milhões de vagas em cursos de formação técnica e profissional para estudantes do Ensino Médio de escolas públicas e para trabalhadores; 5,6 milhões para cursos de curta duração, destinados à qualificação profissional de trabalhadores; e outras 2,4 milhões de vagas para cursos técnicos voltados aos estudantes do Ensino Médio, com duração mínima de um ano. Haverá reserva de 1,1 milhão de vagas para os beneficiários do plano Brasil sem Miséria. Para isso, o governo federal atuará em parceria com as prefeituras, que serão responsáveis pela participação da população adulta do Bolsa Família no programa.

“Como autor da lei que institui o dia do Técnico Agrícola, creio que a maior homenagem à categoria profissional seria o investimento na formação e qualificação de novos técnicos e na valorização do quadro de servidores do Estado, que estão ao lado dos agricultores, prestando assistência técnica. Homenagear o técnico agrícola, além de ser um ato de reconhecimento da relevância e dos serviços prestados por esses trabalhadores à agricultura brasileira, é também valorizar o ensino técnico neste país”, disse Elton Welter.

Assessoria de Imprensa Elton Welter - Débora Iankilevich

Tv.:Itararé, 43 - sala 15 - C.E.P.: 80.060-040
Fone/Fax - 41) 3223-4150 - Curitiba - Paraná